CASA NO CERRADO

A Casa no Cerrado, obra do arquiteto Carlos Teixeira, da Vazio S/A, está em um condomínio com vegetação nativa do Cerrado em ótimo estado de conservação na cidade de Moeda, MG. 

Durante a obra, a vegetação nativa foi retirada nos trechos em que foram feitos cortes e aterros para acomodar a casa em um platô, Buscando estabilizar a terra dos taludes, o cliente recebeu a sugestão de semear um capim africano comumente utilizado no Brasil em pastagens, a braquiária. Se o novo tapete vegetal logrou evitar deslizamentos e erosões, ele trouxe outro problema: a braquiária, muito vigorosa, pode representar uma ameaça às comunidades vegetais vizinhas, ganhando espaço sobre elas ao menor sinal de perturbação. Outra consequência indesejada foi a descontinuidade visual na paisagem adjacente a casa, batizada justamente com o nome Cerrado: de longe podiam-se ver diferenças na cor, na textura e no porte da vegetação.

Em 2017, o Carlos nos convidou para fazermos jardins de Cerrado no entorno da construção, substituindo a braquiária por plantas nativas outra vez - um projeto entre o paisagismo e a restauração ecológica, algo que havíamos batizado "restauração paisagística" em uma experiência no Parque Nacional de Brasília em 2016.

 

Propusemos começar pequeno, fazendo, no primeiro ano, apenas um par de canteiros de 60m² mais diretamente ligado a casa. Fizemos, inicialmente, um banco em madeira e concreto na base de um dos canteiros. Em seguida, semeamos mais de 20 espécies de capins, ervas e arbustos nativos. Adaptadas às chuvas e à seca, e dispensando portanto irrigação, as plantas mudam radicalmente de cor ao longo das estações.

 

A partir de 2018, demos início à restauração paisagística no restante da área, desta vez em parceira com a VerdeNovo Sementes Nativas, com resultados ainda não fotografados.

  • Facebook
  • Instagram

 

© 2020 por Jardins de Cerrado